Categorias
Espiritualidade Sociedade

Energia e poder das formas

Símbolos e figuras geométricas podem captar e transmitir a você as energias do pensamento e do cosmo

Carmen Barreto

Vivemos num universo de energias, presentes nos átomos formadores dos objetos materiais – das galáxias aos seres vivos. Os pensamentos também são energia. Quando você pensa algo, a ideia que passa pela sua mente ganha matéria e substância, isto é, torna-se uma forma-pensamento. Quando você deseja bem a outra pessoa, atrai para ela e para si mesmo vibrações favoráveis. Ao contrário, quando tem pensamentos maldosos, atrai vibrações negativas.

A força das forma-pensamento é conhecida e utilizada desde a Antiguidade. Para representar o universo e a divindade, todos os povos criaram figuras de poder, em geral rodeadas de um círculo – uma forma capaz de captar e reter energia cósmica positiva. A radiônica, técnica contemporânea de diagnóstico e cura a distância a partir da energia mental, utiliza na sua intervenção terapêutica a energia desses símbolos e figuras geométricas, correspondentes às formas-pensamento. 

A seguir, mostramos algumas formas-pensamento poderosas, indicadas por Roberto Takeo Uenishi, especialista em radiônica. Uenishi sugere que as figuras sejam copiadas e ampliadas até o tamanho A-4 (folha de papel ofício), pois quanto maior a imagem, maior é sua capacidade de captar energias positivas.

Desimpregnador

Este gráfico capta energia cósmica positiva, limpando o campo astral. Os pesquisadores da radiônica costumam chama-lo de “pai-de-santo”, pois afasta as energias negativas de fotos, objetos, pedras e cristais, como se lhes desse um “passe” espiritual. Para utilizar o desimpregnador, coloque sua foto no centro do círculo; sua intuição lhe dirá quando a retirar. Caso prefira colocar alguma pedra ou algum objeto de uso pessoal como anel ou relógio, não se preocupe com o tempo de permanência.

Nove Círculos

Esta forma geométrica é utilizada na radiônica como um gráfico defensivo, capaz de criar um campo de força invisível em torno da pessoa, protegendo-a contra fatores externos: inveja, ciúmes, roubo, acidentes. Coloque a foto no centro do círculo menor, fora do alcance de estranhos, mas em local aberto para que possa receber energia cósmica. Se possível, mantenha a foto no lugar colocando sobre ela uma turmalina preta, pedra que capta as energias negativas. Limpe a pedra com o desimpregnador pelo menos uma vez por semana.

Javé

Escrito em hebraico antigo, o tetragrama Y H W H corresponde a um dos nomes de Deus. Os círculos são sete – um número mágico. Criado por dois radiestesistas franceses, o gráfico tem a propriedade de isolar o que estiver no seu interior. É um poderoso neutralizador de ataques mágicos, criados por processos ritualísticos ou por magia negra que possam causar algum prejuízo psíquico ou espiritual. Para utilizá-lo, coloque sua fotografia no centro do círculo menor; intuitivamente, você saberá o momento certo de retirá-la. 

Pentagrama

Esta forma era muito usada na Antiguidade, principalmente por magos, druidas (sacerdotes celtas), pitagóricos e alquimistas. Ela conduz ao conhecimento e assegura proteção contra as forças do mal. Segundo Paracelso, célebre alquimista do século 16, o pentagrama é um signo poderosíssimo. São muitas as definições desse símbolo: o homem em ascensão, os cinco elementos (fogo, água, terra, ar e éter), os reinos da natureza, a união do 3, princípio masculino, com o 2, princípio feminino. Pode ser utilizado para cura, para proteção e principalmente para o autoconhecimento, pois atua como uma ponte para a autocompreensão e a espiritualidade. 

Hexagrama

O hexagrama ou estrela-de-davi foi utilizado por grupos esotéricos e ocultistas de todas as épocas e lugares. Trata-se de uma forma harmonizadora e unificadora. São dois triângulos, que simbolizam a Santíssima Trindade, o macrocosmo e o microcosmo, um voltado para baixo (a graça divina encaminhada para a Terra), outro para cima (o homem na sua busca espiritual). Para equilibrar seu campo áurico, coloque sua foto no centro da figura. Você também pode usar o gráfico para elevar sua consciência, harmonizar os seus centros de energia e aguçar a intuição. 

Labirinto de Amiens

Este gráfico radiônico se baseia na forma encontrada na catedral de Amiens, na França, local cuja energia é comprovadamente benéfica e poderosa. A figura pode ser usada com finalidades terapêuticas, a partir da energização da água. Deixe um copo de água sobre o labirinto durante doze horas, tomando-a em jejum: é uma prática eficaz contra dor de cabeça, mal-estar e insônia. Também é possível aplicar o líquido sobre ferimentos ou áreas infectadas. Para garantir uma boa noite de sono deixe a figura sob o travesseiro ao se deitar. No caso de algum órgão enfermo, coloque o gráfico embaixo do colchão, na altura da região afetada. 

Compensador

É um poderoso neutralizador de energias nocivas vindas da terra e da radiação dos aparelhos de micro-ondas e televisão. Age simultaneamente nos níveis físico, vital e espiritual, equilibrando ambientes ou seres vivos. Também assegura ótimos resultados na purificação das pedras. 

O Y deverá ser apontado para o norte. Coloque sua foto no centro do triângulo menor. Sua intuição lhe dirá quando a retirar. Para limpar pedras, coloque-as sobre a figura, sem ultrapassar o triângulo maior.

Filtro Telúrico

Serve para neutralizar a energia negativa telúrica, vinda do solo, proveniente de cruzamentos de rios subterrâneos, grutas com gases venenosos e redes de esgoto, entre outros. A exposição constante a tal energia diminui a vitalidade física e emocional e chega a provocar câncer. Você pode ampliar o gráfico, plastificá-lo e deixa-lo sob o colchão da cama ou da mesa do escritório, por exemplo. Quem acorda, frequentemente, com dor de cabeça deve colocar o filtro sob os aparelhos eletrônicos próximos à cama.

Siga Claudiney Pietro e Brendan Orin no Instagram para ficar por dentro de outras formas de poder!

Categorias
Espiritualidade Sociedade

A energia da aurora

Use a seu favor a intensa energia emanada pelo Sol na hora em que ele nasce.

Fortemente associado, no inconsciente de todos os homens, ao recomeço da vida, o nascer do Sol sempre foi visto como um momento mágico, valorizado pelas antigas civilizações. Os sábios chineses, por exemplo, ensinam que as primeiras horas da manhã são as melhores para absorver o chi (energia do universo) e obter saúde e longevidade. Na Índia, o raiar do Sol simboliza a vitória dos devas (seres da luz e do bem) sobre os rakshasas (elementais que atuam nas trevas e incitam as pessoas aos excessos, ao crime, e à loucura). No Egito, as sacerdotisas celebravam a chegada de Rá, deus Sol, com cânticos e danças rituais. Já os magos da Idade Média viam o nascer do Sol como o instante em que os anjos descem do céu para destruir os demônios da noite. Todas essas crenças resultaram em técnicas e cerimônias especiais para captar a energia desse momento mágico. Conheça a seguir três desses rituais e a forma de praticá-los.

Meditação

Essa técnica de origem chinesa, consiste em fazer seu sol interno nascer ao mesmo tempo que o Sol cósmico surge no horizonte.  Praticada várias vezes, ela permite expandir a consciência e a intuição. No início, pode ser que você não consiga fazer as mentalizações, mas, com o tempo, aprenderá a se concentrar e visualizar adequadamente.

1. Levante-se bem antes do Sol nascer, tome um banho e vista roupas brancas.

2. Sente-se na posição de lótus, com a coluna ereta e as pernas cruzadas à frente do corpo.

3. Feche os olhos e procure sentir o corpo relaxado.

4. Visualize um sol de cor alaranjada nascendo na altura do umbigo.

5. Imagine que o calor emanado por esse sol aquece todo o seu corpo, enquanto uma luz dourada o envolve completamente.

6. Visualize o sol elevando-se do seu umbigo até seu coração. Imagine que dessa região parte uma grande e bela ave branca que voa para longe, levando com ela todas as suas tristezas.

7. Imagine que esse sol se eleva ainda mais, até chegar no centro energético localizado entre as sobrancelhas. Faça então o sol ganhar uma intensa coloração dourada e subir para o alto da cabeça, de onde ele se expandirá até explodir como uma luz que se junta à do Sol cósmico.

Banho de luz

Esse banho é feito com uma poção à base de ingredientes associados ao Sol, semelhante às usadas pelas bruxas na Idade Média. Extremamente poderoso, ajuda a aumentar o nosso brilho pessoal.

1. Num domingo, levante-se quando o céu ainda estiver escuro.

2. Ferva sete folhas de alecrim, sete cravos-da-índia, sete pedaços de canela em pau e uma colherinha de chá de semente de girassol com 1,5 litro de água.

3. Às 6 da manhã, tome um banho completo, lavando inclusive a cabeça, e jogue a poção do pescoço para baixo.

4. Enrole-se numa toalha branca ou vista um roupão branco bem confortável. Fique descalço ou calce chinelos de pano ou plástico (não use nada de couro, pois a vibração desse tipo de material não é adequada a nenhum ritual de alta magia).

5. Vá para fora de casa ou para um aposento de onde possa ver o Sol. De pé, com os braços relaxados ao longo do corpo, repita sete vezes: Eu sou a luz do Sol, eu tenho a energia do Sol e posso emanar o calor e a luz do que vem do Sol.

6. Visualize uma luz vermelha que vem do Sol e penetra no seu corpo. Imagine que, aos poucos, essa luz se torna alaranjada, amarela e, finalmente, dourada.

7. Encerre o ritual no máximo às 7 da manhã, estendendo as mãos para o céu e entoando esta oração: Eu tenho o poder do Deus Sol, senhor da fertilidade e da prosperidade. Eu sou a luz do Sol que anuncia o alvorecer. Eu sou o poder do nascimento e da ressurreição. Eu tenho o poder da energia e da transformação.

Pranayama do amanhecer

Os pranayamas são técnicas respiratórias originárias da ioga e servem para restaurar a saúde, melhorar a oxigenação do sangue e reequilibrar as emoções. A palavra pranayama vem do sânscrito, a língua da Índia antiga, e quer dizer controle (yama) da energia vital (prana). O pranayama que ensinamos a seguir deve ser praticado exclusivamente pela manhã, tão logo o dia comece a clarear.

1. Feche os olhos e fique de pé, de frente para o Sol.

2. Inspire, elevando os braços até a altura dos ombros.

3. Mentalize que o prana penetra por todo o seu corpo.

4. Retenha o ar e abra os braços. Em seguida, expire baixando os braços vagarosamente.

5. Visualize a luz do Sol se espalhando pelo seu corpo.

6. Faça o exercício durante dez minutos e encerre pronunciando o mantra Om Suryaia Namaha (que significa “Eu saúdo o Sol” em sânscrito).

Siga Claudiney Prieto e Brendan Orin no Instagram para saber mais como utilizar a energia emanada pelo nascer do Sol!