Categorias
Rituais Sociedade

Simpatias (II) – Receitas mágicas da tradição popular

Contra bronquite
Compre um prato branco, um garfo, uma faca, uma colher e um copo. Durante nove dias, só faça suas refeições usando esses utensílios. No nono dia, depois de terminar a última refeição da série, embrulhe o copo, o prato e os talheres num tecido branco virgem e deixe dormir no sereno. No décimo dia, pela manhã, enterre tudo longe de sua casa. Ao fazê-lo, reze uma ave-maria e um pai-nosso para seu anjo da guarda, pedindo a ele que mantenha a sua bronquite enterrada.

Para seu amor ser eterno
Pegue um fio de seu cabelo e um fio de cabelo da pessoa que você ama. Coloque os dois dentro de um lenço branco e dobre o lenço sete vezes. Guarde no fundo de uma gaveta, junto com suas roupas íntimas. Enquanto os fios de cabelo estiverem juntos, vocês dois continuarão se amando. 

Para seu amor pensar em você
Compre uma vela amarela e escreva nela sete vezes o nome da pessoa que você ama. Passe uma boa quantidade de mel na vela e, em seguida, acenda-a de cabeça para baixo. Ao acendê-la, repita em voz baixa: Assim como vive essa chama, minha imagem ficará para sempre viva no seu pensamento. 

Para conseguir um emprego
Compre um maço de velas e acenda todas aos pés de uma imagem de Santa Rita. Enquanto as velas queimam, reze uma ave-maria e peça à santa que encaminhe você a um bom emprego.

Para reconquistar o seu amor
Pegue um copo que nunca tenha sido usado. Com os lábios encostados no copo, repita por três vezes o nome de quem você deseja reconquistar. Feito isso, guarde o copo de boca para baixo, num lugar onde ninguém possa vê-lo. Deixe-o lá até que essa pessoa volte a procurá-lo. 

Contra tosse
Pegue uma cenoura grande e corte em rodelas bem fininhas, dentro de um vidro de boca larga. Por cima da cenoura, coloque três colheres de mel puro. Deixe repousar por sete horas. Assim que se formar uma calda, tome uma colher desse xarope, de hora em hora, até a tosse passar. 

Para rever um grande amor
Escreva o nome da pessoa amada num papel branco. Dobre até ficar bem pequeno e pregue num cantinho escondido da entrada da sua casa, com um prego que nunca tenha sido usado. Ao fazê-lo diga: Assim como eu martelo esse prego, há de martelar na cabeça de quem eu amo a vontade de me reencontrar. Procure fazer essa simpatia ao meio-dia ou às 6 horas da tarde. Ao terminar, reze um pai-nosso para o anjo da guarda da pessoa. Assim que voltar a encontrá-la, retire o papel, queime e jogue as cinzas ao vento. 

Para engravidar
Pegue todas as sementes de uma abóbora e coloque numa vasilha branca nova. Acrescente sete gotas de mel puro e um copo de água. Durante uma semana, a vasilha deve passar todas as noites no sereno e ficar, durante o dia, dentro de casa. Cada vez que levar a vasilha de fora para dentro ou de dentro para fora de casa, acenda uma vela para São Cosme e São Damião. Depois de sete dias, plante as sementes de abóbora num vaso ou canteiro.

O que achou da nossa segunda lista de simpatias? Continue acompanhando o blog para ver outras dicas!
Clique aqui e veja a primeira parte da nossa lista!

1 resposta em “Simpatias (II) – Receitas mágicas da tradição popular”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *