Categorias
Espiritualidade Sociedade

Cheiros de magia

Usado há milhares de anos por magos e sacerdotes, os incensos são um canal de comunicação com os deuses e nos proporcionam paz. 

Silvia Lakatos

Em todas as tradições religiosas do mundo, o incenso sempre esteve presente como um instrumento de elevação espiritual e de comunicação com os deuses. Além disso, o incenso também é responsável pela energização de anjos, espíritos e outros seres do plano astral. E, como cada aroma está associado a determinado tipo de energia, cada tipo de incenso nos coloca em sintonia com uma força espiritual específica, que atua sobre nosso corpo físico e também sobre nossas emoções e nossa espiritualidade.

O uso de incensos não está restrito aos templos ou a sacerdotes e iniciados: você também pode usá-los para purificar o ambiente e encontrar pleno equilíbrio físico e emocional. Mas, para que os efeitos do incenso sejam totalmente benéficos, é necessário seguir algumas regras básicas. Por exemplo: nunca se deve acender incensos de aromas diferentes ao mesmo tempo. Isso causaria uma espécie de “linha cruzada” no plano astral, como se você estivesse enviando várias mensagens e nenhuma delas ficasse muito clara. Evite também usar isqueiros: os fósforos são mais antigos e a força da tradição é muito importante nas práticas mágicas. Por fim, lembre-se que a fumaça do incenso é a “mensageira” nos nossos desejos. Por isso, ao acender um incenso, procure estar com a mente serena e ter boas intenções.

Rituais para purificação

Para fazer um ritual de limpeza na sua casa, no seu templo ou local de trabalho, o primeiro passo é abrir todas as janelas para que assim as energias se renovem. Depois, acenda quantas varetas de incenso quiser e deixe-as queimar até o fim. É aconselhável fazer esse trabalho de purificação uma vez por semana, inclusive no banheiro.

Para fazer um trabalho de purificação pessoal, sente-se relaxadamente e coloque uma vareta de incenso acesa sob a cadeira. Faça uma oração (de preferência o pai-nosso) e deixe o incenso queimar até o fim.

Para fazer um trabalho de purificação a dois, uma das pessoas fica deitada de bruços enquanto a outra movimenta uma vareta de incenso acesa, como se desenhasse um 8 nas costas da que está deitada. Depois, invertem-se as posições. Esse ritual permite equilibrar os chacras – os centros de energia do corpo – e ajuda a prevenir doenças, além de proporcionar serenidade emocional e elevação espiritual.

Conheça alguns cheiros de magia

A seguir, relacionamos 32 aromas de incensos que podem ser encontrados em varetas, suas finalidades principais e os chacras a que eles estão associados: 

ACÁCIA

Efeitos: Proporciona vitalidade física e aumenta a autoconfiança. Favorece os assuntos materiais e incentiva a busca espiritual. Purifica ambientes. 
Chacra: Básico. 

ALECRIM

Efeitos: Ajuda a superar o cansaço e afasta lembranças de experiências amorosas negativas. É excelente para quem pratica ioga ou artes marciais. 
Chacra: Básico. 

ALFAZEMA

Efeitos: Proporciona equilíbrio emocional e coragem para ir em busca da realização dos ideais afetivos. Favorece também a prática da oração. 
Chacra: do Plexo Solar.

ALMÍSCAR

Efeitos: Tem efeitos afrodisíacos, principalmente se for usado pela mulher, pois desperta o desejo sexual masculino. É recomendado para quem não tem preferência religiosa definida. 
Chacra: Básico.

ÂMBAR

Efeitos: Proporciona um aprimoramento da sensualidade, aumenta a responsabilidade e favorece a prática de lutas marciais e tai chi chuan. 
Chacra: Umbilical. 

ANGÉLICA

Efeitos: Torna a pessoa mais afetiva, generosa e gentil. É especialmente adequado para pessoas que se identificam com as doutrinas cristã e espírita.
Chacra: Cardíaco.

ARRUDA

Efeitos: Proporciona segurança e proteção espiritual. Eficiente na eliminação de energias negativas, é muito apreciado pelos adeptos dos cultos afro-brasileiros, que o utilizam na purificação de ambientes. 
Chacra: Umbilical. 

BENJOIM

Efeitos: Estimula sentimentos de fé, esperança, generosidade e compaixão. Desperta a criatividade e favorece os trabalhos artísticos e literários. É indicado, também, para a prática de oração e meditação.
Chacra: Laríngeo e cardíaco.

BERGAMOTA

Efeitos: Proporciona autoconfiança e ajuda a pessoa a ter mais consciência das suas qualidades, induzindo-a a lutar pelas coisas que deseja, principalmente no amor. Indicado para os praticantes de artes marciais, tai chi chuan e meditação. 
Chacra: do Plexo Solar.

CAMOMILA 

Efeitos: Proporciona saúde física e favorece as práticas de ioga e oração. Seu uso constante desenvolve a calma, a disciplina e a criatividade. 
Chacra: Umbilical. 

CANELA

Efeitos: Proporciona autocontrole e ajuda a conter a agressividade e a regularizar o apetite. É indicado para quem não tem religião mas deseja se dedicar mais a espiritualidade. 
Chacra: Básico. 

CEDRO

Efeitos: Proporciona vitalidade e força física e faz aflorar a sensualidade. É indicado também para a purificação de ambientes, pois atrai vibrações e harmonia. 
Chacra: Básico.

CRAVO

Efeitos: Proporciona saúde física e afasta sensações de medo, insegurança e rejeição. É bastante apropriado para as pessoas que praticam ioga e meditação ou que apreciam as religiões indígenas. 
Chacra: Básico.

JASMIM

Efeitos: Proporciona maior resistência física, auxiliando no combate ao estresse e ao esgotamento nervoso. É indicado para as pessoas que assumem muitas atividades e também para aquelas que apreciam seguir várias correntes religiosas ao mesmo tempo. 
Chacra: Umbilical.

KALI-DANDA

Efeitos: Favorece a intuição, o poder de concentração e a expansão da consciência. Composto de vários ingredientes, entre eles mirra, sal grosso, arruda, cânfora e carvão, esse incenso é indicado para purificar ambientes e para acompanhar qualquer tipo de prática espiritual, principalmente ioga, meditação e artes divinatórias. 
Chacra: Frontal.

LAVANDA

Efeitos: Estimula a criatividade, a inteligência e a sensibilidade. É indicado para as pessoas que trabalham com arte ou ensino e favorece qualquer tipo de estudo, principalmente de assuntos esotéricos. 
Chacra: Laríngeo. 

LIMÃO

Efeitos: Proporciona purificação física, emocional e espiritual e é muito eficiente quando usado durante massagens e outras terapias. Favorece as práticas de ioga e oração.
Chacra: Umbilical.

LÓTUS

Efeitos: Proporciona grande expansão de consciência e profundo autoconhecimento. Ajuda a superar lembranças negativas. É indicado para quem se identifica com o budismo e para os praticantes de meditação. 
Chacra: Coronário.

MADHUBAN

Efeitos: Favorece a vitalidade sexual e desperta qualidades como a disciplina, o autocontrole e a responsabilidade. É indicado para práticas de ioga e para purificar o ambiente antes de fazer amor. 
Chacra: Básico.

MADRESSILVA

Efeitos: Aguça a sensibilidade e torna a pessoa mais amorosa e gentil. Ajuda, também, a se desprender das coisas materiais e a superar o egoísmo. Quando utilizado na purificação de ambientes, atrai harmonia. É indicado para quem se dedica à prática de oração. 
Chacra: Cardíaco.

MIRRA

Efeitos: Estimula a intuição e a sensibilidade. É indicado principalmente para as pessoas que se identificam com a fé cristã ou que se dedicam às práticas de oração e meditação.
Chacra: Frontal. 

MOGRA

Efeitos: Estimula a criatividade e tem efeitos favoráveis sobre o estado físico e emocional de gestantes, beneficiando também o feto. É indicado para a prática de orações em agradecimentos a bênçãos recebidas. 
Chacra: Umbilical. 

MUSK

Efeitos: Desenvolve a coragem, o autocontrole e a disciplina, mas também desperta o desejo sexual. É indicado para as pessoas que têm dificuldade em concluir projetos ou em lutar pelo que desejam. No aspecto espiritual, está associado às religiões orientais, principalmente o budismo e o taoísmo. 
Chacra: Básico.

OLÍBANO

Efeitos: Estimula o senso prático e a objetividade. É indicado para purificar ambientes, pois atrai prosperidade e afasta energias ligadas a conflitos e mágoas. É eficiente para acompanhar novenas e outras práticas que exijam perseverança. 
Chacra: Básico.

ORQUÍDEA

Efeitos: Proporciona equilíbrio emocional e aumenta a sensibilidade. É indicado para purificar o ambiente de trabalho, pois ajuda a encontrar soluções para problemas práticos. 
Chacra: Cardíaco. 

PATCHOULI

Efeitos: Desenvolve o autocontrole e a objetividade. Seu uso constante elimina problemas com raiva e ansiedade e ajuda a encontrar equilíbrio sexual. Favorece, também, as práticas de artes divinatórias.
Chacra: Básico. 

ROSA BRANCA

Efeitos: Traz tranquilidade e lucidez e favorece a percepção extra-sensorial. É indicado para estudiosos de ciências ocultas e praticantes de magia. 
Chacra: Frontal.

ROSA MUSGO

Efeitos: Favorece a intuição e ajuda a organizar os pensamentos. É indicado para quem se dedica a estudos esotéricos e à prática de meditação. 
Chacra: Frontal. 

ROSA VERMELHA

Efeitos: Ajuda a controlar as paixões e a superar velhos medos. Beneficia também a saúde física e estimula a sensibilidade artística. É indicado para quem deseja desenvolver a fé.
Chacra: Umbilical.

SÂNDALO

Efeitos: Estimula a intuição e ajuda a expandir a consciência e a desenvolver poderes de clarividência e clariaudiência. Favorece a busca do autoconhecimento e é apropriado para as práticas de ioga e meditação. 
Chacra: Coronário.

VERBENA

Efeitos: Estimula a fé, amplia a memória e desperta a intuição. Relacionado à fertilidade, é indicado para mulheres que desejam engravidar. Além disso, ajuda a superar tristezas. 
Chacra: Umbilical.

VIOLETA

Efeitos: Beneficia a saúde física, sendo indicado para praticantes de tai chi chuan e artes marciais. Ajuda a recuperar a autoestima e a confiança e elimina problemas como o orgulho e o egoísmo. Está associado à tradição religiosa egípcia e favorece a prática de artes divinatórias. 
Chacra: do Plexo Solar.

Quer ficar por dentro de outros cheiros de magia? Clique aqui e conheça o curso de Aromaterapia!

Categorias
Astrologia Sociedade

Meditações com pedras para o sucesso

Quando estamos em harmonia com a nossa energia e com a energia do universo, fica mais fácil enfrentar os obstáculos. E um dos caminhos para conseguir isso é através de meditações com pedras e cristais. Graças a eles, podemos resolver com mais facilidade questões afetivas, profissionais e de saúde. Veja a seguir como usar os cristais para alinhar-se com o cosmo e ser mais feliz.

O quartzo límpido e outros cristais nos ajudam a captar a energia do universo.

Francelino  de Oliveira

Para proteger-se das influências negativas


Pedras: turmalina preta e quartzo límpido.
Sentado no chão, com as pernas cruzadas, segure uma turmalina preta na mão direita e um cristal límpido na mão esquerda. Concentre-se na respiração: ao inalar, mentalize que está absorvendo energias puras; ao exalar, imagine que está expulsando as energias ruins. Visualize que cada parte do seu corpo está sendo limpa, da cabeça aos pés.

Para controlar a ansiedade

Pedras: citrino ou topázio e quartzo límpido.
Deite-se de barriga para cima, com os braços estendidos ao longo do corpo. Segure um quartzo límpido na mão esquerda e coloque um citrino ou topázio na região do plexo solar, um pouco acima do umbigo. Respire calma e profundamente, até sentir-se bem relaxado. Então, imagine que está numa praia deserta e que a luz do sol entra pelo plexo solar e se expande até o alto da cabeça. Aos poucos, a tensão vai desaparecer de seus ombros, peito, pernas e pés. 

Para obter prosperidade

Pedras: pirita, quartzo verde ou turmalina azul e quartzo límpido.
Deite-se de barriga para cima com os braços estendidos ao longo do corpo. Segure um cristal na mão esquerda e, na direita, um quartzo verde, uma pirita ou uma turmalina azul. Concentre-se por alguns minutos no ritmo da sua respiração e, em seguida, coloque o cristal no ponto localizado entre as sobrancelhas. Visualize então a luz desse cristal expandindo-se por todo o seu corpo e concentre-se nela, enquanto respira lenta e profundamente. Depois, mantendo essa concentração, mentalize prosperidade nos seus negócios e reconhecimento no seu ambiente de trabalho. Finalmente, relaxe, deixando que a respiração volte suavemente ao seu ritmo normal.

Para resolver conflitos amorosos

Pedras: quartzo roa ou kunzita.
Deitado de costas, com os braços estendidos ao longo do corpo, respire profundamente, várias vezes. Então, pense no problema que o aflige e mentalize uma imagem que possa representa-lo – de preferência, uma imagem assustadora e feia. Coloque então um quartzo rosa ou uma kunzita sobre o coração e faça cinco respirações profundas, imaginando que o ar se espalha por todo o seu corpo. A seguir, visualize uma imagem bonita e procure associa-la com a solução do problema. Ao mesmo tempo, faça círculos com a pedra acima do coração, sem tocar o corpo, imaginando que todos os bloqueios à sua felicidade estão sendo eliminados. Por fim, relaxe, respirando suavemente.

Quer saber mais sobre como meditar utilizando pedras?
Siga Claudiney Prieto e Brendan Orin no Instagram!

Categorias
Espiritualidade Sociedade

A energia da aurora

Use a seu favor a intensa energia emanada pelo Sol na hora em que ele nasce.

Fortemente associado, no inconsciente de todos os homens, ao recomeço da vida, o nascer do Sol sempre foi visto como um momento mágico, valorizado pelas antigas civilizações. Os sábios chineses, por exemplo, ensinam que as primeiras horas da manhã são as melhores para absorver o chi (energia do universo) e obter saúde e longevidade. Na Índia, o raiar do Sol simboliza a vitória dos devas (seres da luz e do bem) sobre os rakshasas (elementais que atuam nas trevas e incitam as pessoas aos excessos, ao crime, e à loucura). No Egito, as sacerdotisas celebravam a chegada de Rá, deus Sol, com cânticos e danças rituais. Já os magos da Idade Média viam o nascer do Sol como o instante em que os anjos descem do céu para destruir os demônios da noite. Todas essas crenças resultaram em técnicas e cerimônias especiais para captar a energia desse momento mágico. Conheça a seguir três desses rituais e a forma de praticá-los.

Meditação

Essa técnica de origem chinesa, consiste em fazer seu sol interno nascer ao mesmo tempo que o Sol cósmico surge no horizonte.  Praticada várias vezes, ela permite expandir a consciência e a intuição. No início, pode ser que você não consiga fazer as mentalizações, mas, com o tempo, aprenderá a se concentrar e visualizar adequadamente.

1. Levante-se bem antes do Sol nascer, tome um banho e vista roupas brancas.

2. Sente-se na posição de lótus, com a coluna ereta e as pernas cruzadas à frente do corpo.

3. Feche os olhos e procure sentir o corpo relaxado.

4. Visualize um sol de cor alaranjada nascendo na altura do umbigo.

5. Imagine que o calor emanado por esse sol aquece todo o seu corpo, enquanto uma luz dourada o envolve completamente.

6. Visualize o sol elevando-se do seu umbigo até seu coração. Imagine que dessa região parte uma grande e bela ave branca que voa para longe, levando com ela todas as suas tristezas.

7. Imagine que esse sol se eleva ainda mais, até chegar no centro energético localizado entre as sobrancelhas. Faça então o sol ganhar uma intensa coloração dourada e subir para o alto da cabeça, de onde ele se expandirá até explodir como uma luz que se junta à do Sol cósmico.

Banho de luz

Esse banho é feito com uma poção à base de ingredientes associados ao Sol, semelhante às usadas pelas bruxas na Idade Média. Extremamente poderoso, ajuda a aumentar o nosso brilho pessoal.

1. Num domingo, levante-se quando o céu ainda estiver escuro.

2. Ferva sete folhas de alecrim, sete cravos-da-índia, sete pedaços de canela em pau e uma colherinha de chá de semente de girassol com 1,5 litro de água.

3. Às 6 da manhã, tome um banho completo, lavando inclusive a cabeça, e jogue a poção do pescoço para baixo.

4. Enrole-se numa toalha branca ou vista um roupão branco bem confortável. Fique descalço ou calce chinelos de pano ou plástico (não use nada de couro, pois a vibração desse tipo de material não é adequada a nenhum ritual de alta magia).

5. Vá para fora de casa ou para um aposento de onde possa ver o Sol. De pé, com os braços relaxados ao longo do corpo, repita sete vezes: Eu sou a luz do Sol, eu tenho a energia do Sol e posso emanar o calor e a luz do que vem do Sol.

6. Visualize uma luz vermelha que vem do Sol e penetra no seu corpo. Imagine que, aos poucos, essa luz se torna alaranjada, amarela e, finalmente, dourada.

7. Encerre o ritual no máximo às 7 da manhã, estendendo as mãos para o céu e entoando esta oração: Eu tenho o poder do Deus Sol, senhor da fertilidade e da prosperidade. Eu sou a luz do Sol que anuncia o alvorecer. Eu sou o poder do nascimento e da ressurreição. Eu tenho o poder da energia e da transformação.

Pranayama do amanhecer

Os pranayamas são técnicas respiratórias originárias da ioga e servem para restaurar a saúde, melhorar a oxigenação do sangue e reequilibrar as emoções. A palavra pranayama vem do sânscrito, a língua da Índia antiga, e quer dizer controle (yama) da energia vital (prana). O pranayama que ensinamos a seguir deve ser praticado exclusivamente pela manhã, tão logo o dia comece a clarear.

1. Feche os olhos e fique de pé, de frente para o Sol.

2. Inspire, elevando os braços até a altura dos ombros.

3. Mentalize que o prana penetra por todo o seu corpo.

4. Retenha o ar e abra os braços. Em seguida, expire baixando os braços vagarosamente.

5. Visualize a luz do Sol se espalhando pelo seu corpo.

6. Faça o exercício durante dez minutos e encerre pronunciando o mantra Om Suryaia Namaha (que significa “Eu saúdo o Sol” em sânscrito).

Siga Claudiney Prieto e Brendan Orin no Instagram para saber mais como utilizar a energia emanada pelo nascer do Sol!

Categorias
Astrologia Sociedade

Os cômodos de cada signo

Os signos do zodíaco estão ligados aos cômodos da casa. Descubra qual cantinho tem mais a ver com você.

Saber que cômodo da casa mais se identifica com o nosso signo e cuidar sempre muito bem desse cantinho que tem tudo a ver com a gente pode nos ajudar a viver mais felizes. Quem garante é o astrólogo e arquiteto Valderson de Souza, que elaborou uma correspondência entre os signos e as partes da casa. Segundo ele, quando algo não vai bem conosco é sempre bom verificar se não há consertos e arrumações a fazer no cômodo relacionado ao nosso signo.

“Ao cuidarmos desse espaço, estamos de certa forma cuidando de nós mesmos”
“E quando colocamos ordem na casa podemos enxergar tudo com mais clareza”.

Valderson de Souza

Veja a seguir qual cômodo está relacionado ao seu signo e o que isso significa.

Áries
É o primeiro signo do zodíaco, o início de tudo. É natural, portanto, que o ariano se identifique com a fachada, a porta e o hall de entrada da casa. Por isso, quando as coisas não andam bem, ele deve verificar se as paredes da entrada não estão precisando, por exemplo, de uma mão de tinta. 

Touro
Por curtir os prazeres da boa mesa, o taurino se sente muito bem na sala de jantar ou na copa. Nesses dois lugares da casa, ele pode se sentar tranquilamente e fazer suas refeições, ao mesmo tempo que traça seus planos para o futuro. 

Gêmeos
Este é o signo da comunicação. E numa casa os corredores se encaixam perfeitamente nessa característica, pois fazem a comunicação entre os cômodos e são a principal área de circulação. Por esse motivo, essa é a parte da casa com a qual o geminiano mais se identifica. Num corredor, ele se sente completo. 

Câncer
A cozinha é o lugar predileto dos nativos desse signo. Por isso, o canceriano que está querendo mudar algo na sua vida deve começar por fazer alterações nessa parte da casa, modificando a posição da mesa e das cadeiras ou comprando móveis novos. Isso o ajudará a organizar as ideias. 

Leão
Quando quer encontrar a solução de um problema ou uma nova ideia para deixar a sua vida mais cheia de emoções, o leonino procura a sala de estar, que é o lugar da casa onde ele se sente melhor. Ali, além de buscar inspiração, ele ainda tem a chance de brilhar quando há outras pessoas presentes. 

Virgem
O virginiano se identifica com o banheiro, pois costuma jogar fora tudo o que não lhe serve mais. Consertar o que estiver quebrado nesse cômodo e procurar torná-lo mais bonito são providências que ajudam o nativo de Virgem a se organizar melhor e a superar crises. 

Libra
O libriano precisa ficar atento ao local onde guarda suas roupas ou onde se veste. Se tudo estiver uma bagunça, essa desordem se refletirá na sua vida. Ele deve ter em mente que a desorganização se refletirá no seu dia-a-dia. 

Escorpião
É o signo da sexualidade. Por isso, é importante que seu quarto esteja em ordem. É na cama que ele vence os desafios e coloca em prática suas fantasias. Se alguma coisa anda mal com ele no dia-a-dia, é porque dentro do seu quarto há algo que precisa ser mudado. 

Sagitário
Uma estante para os livros e uma escrivaninha para os papeis e os documentos são indispensáveis para o sagitariano. Por isso, ele se identifica demais com seu escritório ou com outro aposento onde estejam esses móveis. É próximo a eles que o sagitariano consegue ouvir a voz da intuição e planeja melhor sua vida. 

Capricórnio
Para o capricorniano, o trabalho está quase sempre em primeiro lugar, e ele muitas vezes produz melhor em casa do que na empresa. Por isso, faz questão de ter em casa um local especial, confortavelmente montado, onde possa trabalhar com toda a calma. 

Aquário
O aquariano tem a necessidade de conviver com outras pessoas e adora as novidades tecnológicas. Assim, seu melhor lugar na casa será aquele no qual ele possa reunir seus aparelhos eletrônicos – o videocassete, o som, o computador – e ao mesmo tempo desfrutar da companhia dos amigos. 

Peixes
O pisciano gosta de ter espaço onde possa meditar. Mas, além disso, identifica-se com os lugares “escondidos” da casa, como o quarto de despejo, onde ficam os objetos fora de uso. Sempre que pode, ele arruma esses locais, numa tentativa de colocar suas ideias e sua vida em ordem.

Quer saber mais sobre o seu signo? Clique aqui e conheça o curso do Bruxo e Astrólogo Brendan Orin.

Categorias
Sociedade

Quais são as armas secretas da beleza?

Práticas mágicas consagradas pela tradição popular podem lhe dar uma aparência maravilhosa

Sardas nunca mais
Esta simpatia é infalível para eliminar sardas. Durante nove meses, nas três primeiras noites da fase minguante da Lua, deixe um lenço branco de seda no sereno, recolhendo-o antes do Sol nascer. Toda vez que recolher o lenço, passe-o onde houver sardas. No final dos nove meses, enterre o lenço num lugar onde ninguém possa encontrá-lo.

Brilho e força para os cabelos
Eis uma receita infalível para quem deseja ter cabelos fortes e sedosos. Primeiro, corte e guarde uma mecha dos cabelos. Depois, numa sexta-feira de Lua cheia, encontre uma bananeira que esteja dando frutos. Com uma faca, retire um pedacinho do tronco, como se fosse uma tampinha. Aí, coloque a mecha de cabelos no interior da bananeira e tampe com o pedacinho recortado.

Sem sofrimento
Que tal perder aqueles quilinhos extras? O primeiro passo para isso é dividir uma cebola em quatro partes iguais. Em seguida, enterre três dessas partes num vaso de barro com terra vermelha. A parte que sobrar deve ser cortada em 2 pedaços se quiser perder 2 quilos, em três para emagrecer 3 quilos e assim por diante – até, no máximo, cinco pedaços. Quando tiver acabado junte tudo numa panela com água de chuva e ferva por cinco minutos. Coe e jogue a água, ainda quente, dentro do vaso onde colocou o restante da cebola.

Adeus, barriga
A simpatia da parede é ótima para combater a barriguinha. Numa sexta-feira, logo que levantar, encoste a barriga na parede do seu quarto e diga três vezes: “Parede, me dê sua barriga que eu te dou a minha”. Repita por três semanas, sempre às sextas-feiras.

Seios mais sensuais
Se você quer ter seios perfeitos, pegue uma colher de pau que nunca tenha sido usada e, numa sexta-feira, ao se levantar, esfregue-a levemente sete vezes nos seios, de baixo para cima. Depois, passe dois grãos de milho sobre os mamilos, com movimentos circulares. Repita esse ritual por sete sextas-feiras seguidas.

Rugas rio abaixo
Para combater as rugas, você tem que arrumar um ramo de oliveira e separar suas folhas sobre um grande chumaço de algodão. Depois, segure o algodão com as folhas contra o rosto por sete minutos. Repita esse processo por sete sextas-feiras consecutivas, usando folhas de ramos novos a cada semana. Guarde tudo e, após a sétima semana, jogue num rio.

Quer receber mais dicas para ter uma beleza irresistível?
Siga Claudiney Prieto e Brendan Orin no Instagram!

Categorias
Sociedade

Homens e o Patriarcado

Todas as religiões pagãs surgiram da observação.

(por Brendan Orin)

A Natureza para o paganismo é a própria Divindade manifestada, então tudo o que há e está sobre a Terra é Sagrado, assim como seus ciclos.

Desde o início, os homens passaram a observar que apenas as mulheres geravam novos seres, e isso parecia ser um dom mágico pertencente a elas, uma vez que o ato sexual não estava relacionado à criação. Então, a mulher era o centro, pois o futuro da tribo dependia dela. A divindade criadora do Universo foi primeiramente reconhecida como a Grande Deusa Mãe, e cada mulher era uma representante da Deusa na Terra.

A linhagem respeitada era a matrilinear, e os bens e ensinamentos eram passados de mãe para filha. As primeiras manifestações religiosas ao redor de todo o mundo cultuavam o Sagrado Feminino. Isso é comprovado por arqueólogos e historiadores, através das estátuas encontradas que datam do Neolítico e do Paleolítico Superior, como as Vênus de Willendorf e do Nilo.

O culto ao Deus estava relacionado às caçadas e aos homens, mas ainda sob égide da Deusa, pois Ela era a Senhora das Feras. Isso foi retratado em muitas cavernas, em ritos masculinos nos quais os desenhos eram feitos representando uma boa caçada, na esperança de que isso se tornasse realidade. Nessa época surgiu a relação mágica e espiritual entre a caça e o caçador, porque a reprodução e saúde dos animais eram necessárias para alimentar a tribo.

O homem então teve o seu primeiro culto masculino, ao se ornar com chifres representando o Deus que morre em cada animal que é caçado. E quando as tribos deixaram de ser nômades e coletivistas e se tornaram agricultoras e pastoris, o Deus era aquele que se sacrificava em forma de gado e grãos para alimentar o povo da Senhora.

Quando esses povos primitivos da Europa começaram a guerrear entre si, os homens passavam muitas temporadas fora, foi aí que perceberam que suas mulheres não engravidavam durante a sua ausência. Então, percebeu-se que para haver a criação, a união do Feminino com o Masculino tinha de acontecer.

Os homens tinham, no início, medo do poder criador da mulher. E assim iniciou-se um processo de supervalorização da figura Masculina; para que os homens se sentissem mais fortes, era preciso rebaixar o poder da mulher e da Deusa. Junto à ascensão dos Deuses Masculinos, houve o movimento de substituição gradativa do matriarcado pelo patriarcado.

A sociedade enquanto matrifocal era mantenedora da paz. Oferecia a todos, homens e mulheres, os mesmos direitos, afinal eram uma grande família, pois todos eram filhos Dela. Todas as pessoas tinham seu papel na vida cotidiana, com direitos e deveres específicos, e a criminalidade era algo quase que inexistente, pois não havia dentro dessas comunidades sentimentos de inveja ou diferenças sociais.

O patriarcado trouxe junto com ele sentimentos e valores que até então eram desconhecidos. Os homens no poder passaram a valorizar apenas a figura e a posição masculina, então a noção de importância foi completamente direcionada para a guerra e disputas. Apenas os mais fortes e sadios eram respeitados, colocando assim as mulheres, os deficientes e até mesmo os homens idosos em uma posição desfavorável.

Essa sociedade tornou-se violenta, preguiçosa e gananciosa. Um bom exemplo dessa diferença entre os valores de uma sociedade matriarcal e outra patriarcal são as noções que temos de “matrimônio”, casamento e criação de seio familiar, e “patrimônio”, bens em geral ou acúmulo de valores.

Nossa sociedade continua ainda hoje sob os grilhões dessa visão patrifocal de mundo. Aos poucos isso vem mudando, graças a ações como o movimento feminista dos anos 60, a liberação sexual dos anos 70, entre muitos outros. Alguns ligam esse fato à chegada da tão esperada Era de Aquário, outros à simples conscientização da humanidade perante a situação atual do planeta e aquilo que o futuro nos reserva.

De qualquer maneira, muito falamos sobre as feridas que o patriarcado causou nas mulheres, mas nos esquecemos que os homens também são vítimas das atitudes de seus antepassados. Talvez os homens sofram tanto quanto ou, algumas poucas situações, até mais que as mulheres na sociedade patriarcal em que vivemos, pois há violências específicas.

Os homens sofrem com o patriarcado desde o momento de seu nascimento. Pergunte a um pai o sexo do seu filho que acaba de nascer, e se for masculino, na maioria das vezes a resposta recebida é “Meu filho é homem”, quando na realidade não passa de um bebê. O contrário não acontece; sendo o sexo feminino, o mais provável de se ouvir é “É uma linda menininha.” Até o direito de ser criança foi negado aos homens por muitas eras.

E como todos são criados dessa forma, acabam se alienando com o tempo e crendo que essa é realmente a maneira correta de se criar um filho, repetindo o erro de seus pais. Só que as marcas da repressão continuam dentro desses homens por toda a vida, por mais que estejam muito bem escondidas, assombrando-os de vez em quando apenas. Vide a quantidade de assassinos, estupradores, psicopatas em geral que hoje temos aos montes em todos os presídios – vale lembrar que a grande maioria dos crimes é cometido por indivíduos do gênero masculino.

As mulheres, como foram colocadas de lado na sociedade, criaram seus próprios costumes e passaram a viver em grupo, em apoio mútuo. Os homens não têm esse suporte emocional, pois são criados para se virarem sozinhos, sem precisar do apoio de ninguém – pedir ajuda inclusive é motivo de vergonha para muitos homens.

Homens são criados para serem assim, duros, frios e sem sentimentos. Homens não choram sob hipótese alguma, não demonstram carinho e afeto por ninguém, não sofrem por amor. Aliás, homens não amam, transam (para não usar um palavreado chulo), e com a maior quantidade de mulheres possível. Um homem é criado para ser sempre o melhor, e se ele não for o chefe da empresa em que trabalha, será sempre um perdedor. Ganhar menos que a esposa é um insulto à masculinidade.

Sem falar em conceitos de estética, que ferem a auto-estima de homens e mulheres.

Muitos podem pensar que esse texto é machista e que por isso coloca os homens em situação melhor que a das mulheres, mas não. Enquanto Sacerdote de uma Tradição Diânica, cujo culto é centrado na figura da Deusa, meu papel é ajudar no processo de cura de outros homens. Esse trabalho, aliás, é quase interminável e certamente levará algumas gerações para que faça efeito.

Existem homens sentimentais, e que sentem falta de sua família. Existem homens que se apaixonam por uma garota na época do colégio, se casam com ela, e não traem sua amada esposa. Existem aqueles que sofrem por amores não-correspondidos. Ou aquele cara que prefere ser carpinteiro para seguir a profissão ensinada pelo avô do que ganhar três vezes mais trabalhando em um escritório.

Existem maridos que tem posições menos importantes no mercado de trabalho que suas esposas, e por isso um dia resolvem deixar seus empregos para ficar em casa e cuidar dos filhos, para que as mulheres possam seguir sua carreira sem se preocupar. Para esses homens, a concepção machista de mundo é muito cruel.

Note que não falo de homens gays, pois esses já iniciaram seu processo de libertação do patriarcado e lutam por seus direitos dia após dia, com honra e dignidade (mesmo assim, a comunidade LGBT+ tem vários episódios machistas absurdos cometidos por aqueles do gênero masculino, mas esse é um assunto para outro texto). Falo dos homens heterossexuais mesmo, aos quais foram negados o amor de pai, o carinho e afeto dos amigos na infância, a paixão verdadeira na juventude. Os homens assim são eternos meninos sofridos, e muitas vezes transformam essa dor e sofrimento em uma máscara de mais machismo, violência e arrogância.

Vamos olhar mais para dentro de nossas casas, e buscarmos perceber essas limitações nos homens de nossas próprias famílias. Muitas vezes, o que o seu pai ignorante e grosseiro mais deseja é receber um beijo carinhoso e ouvir a doce melodia de um “Eu te amo.” Esses atos simples e afetuosos têm um poder transformador incomensurável.

Temos que tentar compreender as atitudes das pessoas, sempre pensando na forma como elas foram criadas. E perdoar se esse for o caso, pois pai temos um só nessa vida, seja ele biológico, adotivo ou de consideração.

A figura paterna é um espaço exclusivo, que não pode ser ocupada por uma outra pessoa. Esse alguém pode ser um avô, um irmão mais velho, um amigo da família; sendo quem quer que seja é parte integrante e sagrada de nossa formação como pessoas.

Aprendendo com os erros cometidos no passado podemos evitá-los no presente, e criarmos nossos filhos – sejam homens ou mulheres – em uma sociedade mais justa, com valores centrais mais humanos.

E assim a imagem por tantos anos sustentada do Sagrado Masculino como castrador e tirano pode ser transformada em um Deus carinhoso e protetor, um verdadeiro Pai Sagrado, como o Filho e Consorte da Grande Mãe.

Bênçãos de Bel,
Brendan

PS.: certamente a violência diária sofrida pelas mulheres, apenas por serem mulheres, chega a ser incomparável com o que acontece aos homens. Porém é preciso ver também essas feridas, curá-las, para que os homens do futuro sejam melhores do que somos hoje.